Não coma isso se você sofre com dores nas articulações

Atualizado: há 2 dias


Alimentação e suplementação é a base para se livrar das dores articulares.


De acordo com especialistas, o principal alimento que devemos evitar no caso de dores nas articulações, é o carboidrato refinado, também chamado de carboidrato acelular.

Você sabe o que carboidrato refinado? Carboidrato refinado é todo tipo de farinha, independente de conter glúten ou não. Sim, são todas as farinhas, a de trigo, de cevada, de arroz, de mandioca, etc.

Mas temos que ressaltar que o arroz, a mandioca, a batata, e outros alimentos que contém carboidratos, são benéficos se consumidos "in natura", ou seja da forma que colhemos, e devemos incluir-os nas nossas refeições.

O problema surge quando é feito o refinamento desses alimentos. No processamento ocorre a desidratação das células e outros processos para se obter a farinha.

E porque não devemos consumir farinhas se temos dores nas articulações?

Quando consumimos as farinhas (carboidrato refinado), o intestino absorve muito rápido, e em um curto espaço de tempo uma verdadeira "bomba" de açúcar entra na corrente sanguínea. Esse pico de glicose no sangue acaba provocando a elevação do nível de insulina e atrapalha o funcionamento do pâncreas, e ocorre acumulo de gordura nas vísceras.

E qual a relação dessa gordura com as dores articulares? Esse acumulo de gordura nas vísceras abdominais (figado, baço, intestino delgado e grosso) causa inflamação no organismo, afetando diretamente as articulações. As dores nas articulações são decorrentes dessas inflamações.

Portanto, a primeira indicação para uma pessoa que esteja sofrendo de dores nas articulações, é a redução ou eliminação das farinhas de suas refeições, para evitar a inflamação.

Com essa providência aliada a caminhadas ou um exercício físico aconselhado por um profissional, e uma suplementação adequada, o resultado surgirá em alguns dias.

Naturalmente, esse tempo dependerá das condições do organismo de cada pessoa.

Fonte de pesquisa: Dr. Gabriel Azzini

0 visualização